“Quem vê esse rostinho e esse sorriso meigo, não imagina a menina forte e guerreira que tem ali. Ela não desiste, tem força o bastante para continuar mesmo que todos digam “pare, você não vai conseguir”. Ela é insistente até demais, às vezes ela tem que dizer a si mesma “chega, não dá mais pra continuar”. E mesmo quando ela desiste ela está sendo forte, porque pra ela o mais difícil na vida é desistir do que se quer, ela gosta da luta, pra ela é necessário ir até o fim, até o fundo. Ela parece forte, e de uma certa forma ela é. Não demonstra ser sensível, no entanto, é e muito. Mas ela deixa toda essa sensibilidade no seu diário virtual, onde ela tem certeza que ninguém vai ler. Parece fria e não gosta muito de falar o que sente, parece estranho, mas é a forma que a vida a ensinou para se “defender”. Parece segura, mas às vezes tudo o que ela precisa é de alguém ali segurando a sua mão e dizendo pra não temer. Vive em uma luta constante entre a razão e o coração, dois mundos totalmente diferentes… Ela é o oposto de si mesma. Um lado forte, o outro tão fraco que quando ela vê, já está jogada chorando baixinho na sua cama pra ninguém escutar. Independente e ao mesmo tempo tão dependente. Decidida, mas quando vê já ta lá cheia de seus pensamentos que a deixa cada vez mais incerta. Covarde? Ah, isso ela não é mesmo. Ela arrisca, vai longe, tenta, às vezes quebra a cara, mas isso a faz mais forte. Ela tem muita fé em Deus e não se sente sozinha jamais, pois sabe que Ele está ali, do seu lado o tempo todo, guardando e protegendo ela de todo mal.”



home about ask

extras



Theme by: Amarga Ironia

é gente, as coisas não estão faceis pra mim não, alias, acho que não é só pra mim, viver não é facil pra ninguem! acabei de sair de casa, vim morar com meus avós, meus pais estão separados a dois anos, e sei lá, parece que foi os dois piores anos da minha vida, eu e minha mãe brigava todos os dias, e ela nunca acreditava que um dia eu iria embora. Bom, muita gente está me criticando, falando que eu tomei atitudes precipitadas mas ninguem sabe melhor da minha vida que eu, então eu peço, não me julguem. Pode ser que seja errado o que eu fiz, mas viver uma vida de brigas não é bom pra ninguem, eu sei que mais tarde posso me arrepender, mas por enquanto  esse é o melhor pra mim. Um dia eu sei que todos que estão me julgando vão entender o porque disso tudo, mas dai já pode ser tarde demais.

Posted on 30/03 at 3:39 pm with 0 notes Reblogue this!

(Fonte: modernizo)

Posted on 23/03 at 3:57 pm with 10178 notes Reblogue this / Via

Essa não é uma história perfeita de amor, aliás, está longe de ser. Não é aquela história em que o mocinho e a mocinha se esbarram por qualquer esquina e então descobrem que se amam. Essa é uma história real. Eles eram apenas amigos, até que um dia o suposto garoto (moreno, de cabelo espetado, cujo gosto musical não a agradava) disse que amava aquela garota (branquela, inteligente, brava e amante de mpb) e então nasceu dali um relacionamento. Em meio a uma multidão se concedeu o primeiro beijo deles, ela era um pouco mais alta que ele, mas foi o melhor beijo de sua vida. Eles se falavam da hora que acordavam, até a hora em que dormiam. Estudavam em horários opostos, mas ele ia a ver todos os dias na saída da escola e ficavam ali namorando no meio da rua… Pra quem quisesse ver. Parecia tudo perfeito, aliás, era tudo perfeito pra ela. Até que ela ouviu “Precisamos conversar, não dá mais”… A frase que ninguém jamais deveria ouvir, brava do jeito que ela era, se jogou no chão, bateu na parede, chorou, gritou, tudo por dentro. Mas por fora ela disse apenas “Já entendi, fique bem.”, ele iria ficar bem, mas ela achava que naquela hora havia sido atingida ferozmente por uma adaga em seu peito. Ela se sentia usada. Ela era uma bela garota, muitos garotos dariam tudo pra ter um beijo seu, mas ela não queria nenhum. Até que ele apareceu, a conquistou e a jogou fora. Então, dali em diante aquela garota que achava que a vida era um romance, tomou uma direção oposta… Naquele mesmo dia, foi ao cinema e beijou um cara, sem nem gostar dele. Agora era assim, eu uso eles, mas eles não me usam mais.


A princesinha cresceu. (m0rte-subita)
Posted on 23/03 at 2:54 pm with 45 notes Reblogue this!

de repente abri os olhos e percebi que um dia a vida acaba independentemente dos planos, dos cuidados especiais. o tempo passa, a pele enruga e o que foi já não é e nem voltará a ser. […] a vida me ensinou que é tão simples ser feliz, basta aceitar que ela é como é.. e que às vezes, batemos o nosso nariz..


— (via cafezinho-requentado)
Posted on 23/03 at 2:52 pm with 4 notes Reblogue this!

Eu mudei, eu cresci, finalmente aprendi, que entre nós não tem mais nada a ver.. E o que a gente faz, se nem raiva eu sinto mais, acho que eu posso te dizer, desculpa, eu cansei de você.


— Manu gavassi (Had-to-be-you)
Posted on 23/03 at 2:51 pm with 14 notes Reblogue this!

Então, eu poderia começar dizendo que fomos tão felizes quanto se podia ser, que um dia ainda vamos ver nossos netos correndo pela casa, mas ai seria imaginação demais e pouca realidade da minha parte, podia também dizer que ele nunca prestou, que nunca foi amor e que só o conheci depois do fim, mas seria um enorme exagero e mentira, não , nunca poderia rebaixa-lo assim. Prefiro assim: Eu tinha acabado de completar 17 anos, poxa eu me sentia adulta demais, madura o suficiente pra lidar com tudo que viesse. Já tinha tido alguns quase namoros, paixões doloridas, mas nada realmente relevante; Sabe aquela fase em que a liberdade é o único desejo e o mundo todo parece conspirar contra? Eu tava perdida por ai. Até que um dia no Facebook alguém resolveu chamar minha atenção, como todo inicio de uma história que leva aos solavancos do coração, nos tornamos muito amigos, conversar com ele era tudo que me acalmava, me fazia rir e pensar que nem tudo estava tão ruim assim. Depois de algum tempo, nos conhecemos pessoalmente, sem aquelas frases clichês, só posso dizer que foi um encontro que nunca vou esquecer, por isso acho melhor guardar só pra mim os detalhes daquela noite. Nossas conversas, abriram meus olhos pra um mundo que eu ignorava, um mundo não tão belo, mas real, um mundo por quem vale a pena lutar; Passei a querer cada vez mais sugar toda aquele ideologia que vinha dele e de suas opiniões sobre o céu, o país, o amor, a vida, eu havia me tornado uma grande admiradora daquele cara de 23 anos que tinha sede do mundo, que me ensinava sem saber o que realmente era ser segura de si. Daquela amizade e admiração, num salto meu coração começou a dizer que era amor, que era algo que me tirava a razão em construção, era mais do que só querer estar, era mais. Ele nunca percebeu nada, eu acho, sempre atuei muito bem, entre beijos e abraços, lençóis e vidros embaçados, eu nunca disse que era mais que desejo, devia ter dito. Nos afastamos, não sei por que, ou talvez saiba, talvez seja o meu medo que tenha posto tudo a perder. Mas eu agradeço a cada segundo que vivi, respirei ao seu lado, sério, me ajudou a crescer, ser o que sou, não que eu seja alguém muito notável, mas sou verdadeira, entende? Aprendi com ele, por ele e por mim, pra estar junto dele eu me esforçava pra ser melhor, conhecer o meu melhor, e de alguma forma deu certo. Acho que com ele sim foi amor, um sentimento que te faz inteiro, melhorado, iluminado talvez. Enfim, amor da coragem pra sermos quem somos. E mesmo com a distância que hoje se instalou, ainda sinto algo incrível quando nos esbarramos por ai, quando resolvemos conversar sobre tudo, ainda só ele entende minhas visões e complicações, percebe minhas crises e sabe o que dizer. Enfim, nunca vai deixar de ser um amor, um colo, meu farol como sempre o chamei.


— Partes de nós (via revoa-r)
Posted on 23/03 at 2:51 pm with 15 notes Reblogue this!
Posted on 7/02 at 1:02 pm with 3689 notes Reblogue this / Via

(Fonte: o-principe-do-swag)

Posted on 28/12 at 8:21 am with 37022 notes Reblogue this / Via


Página 1 de 14 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »